sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

And the OSCAR goes to....


....Carlinhos Brown!!!!

P.S. Fiz este post dizendo que você seria o melhor, que receberia a estatueta. Você, Carlinhos Brown e Sérgio mendes, só não receberam a estatueta, mas que vocês eram os melhores, ninguém duvida disto!! Nós damos o OSCAR a vocês!!!! 
Quem melhor do que uma baiana e uma ararinha para agradecer a Carlinhos Brown e Sérgio Mendes?

Eliana Arp
 


Põe, põe esta estatueta aqui na minha mão!!!! 

Eu não sei porque, mas quando vi esta foto  tive certeza que Carlinhos Brown trará esta estatueta para o Brasil!! Já vejo ele chegando no aeroporto de Salvador, todo feliz com a estatueta na mão e uma multidão ao redor!!! Dá-lhe Brown!!!





Carlinhos Brown  representará o Brasil no OSCAR 2012, no domingo dia 26 de fevereiro. Carlinhos Brown concorre ao Oscar na categoria Melhor Canção Original com a canção para a animação Rio.  A canção "Real in Rio" foi composta por Sergio Mendes e Siedah Garrett e a música por Sérgio Mendes e Carlinhos Brown. 
Já há muito tempo se fala sobre a beleza do Rio e sobre as qualidades do Brasil e dos brasileiros. Talvez este OSCAR acorde os brasileiros para tudo que temos de bom!!
Já citei aqui em outro post o livro de Stefan Zweig, Brasil, um País do Futuro, vale a pena mencionar mais uma vez :
"Deu-se então a minha chegada ao Rio, que me causou uma das mais fortes impressões de minha vida. Fiquei fascinado e, ao mesmo tempo, comovido, pois se me deparou não só uma das mais magníficas paisagens do mundo, nesta combinação sem igual de mar e montanha, cidade e natureza tropical, mas também uma espécie inteiramente nova de civilização. Aqui havia, inteiramente contra a minha expectativa, um aspecto absolutamente próprio, com ordem e perfeição na arquitetura, e no traçado da cidade, aqui havia arrojo e grandiosidade em todas as coisas novas e, ao mesmo tempo, uma civilização antiga ainda conservada de modo muito feliz, graças à distância. Aqui havia colorido e movimento; os olhos não se cansavam de olhar e, para onde quer que os dirigisse, sentia-me feliz. Apoderou-se de mim uma ebriedade de beleza e de gozo que excitava os sentidos, estimulava os nervos, dilatava o coração e, por mais que eu visse, ainda queria ver mais. " - Trecho do livro "Brasil, um Páis do Futuro" de Stefan Zweig publicado em 1942



Preciso dizer mais alguma coisa? Não, né? Ele já disse tudo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário